Precisa de ajuda com o seu projeto?

Converse com um de nossos consultores em soluções corporativas ou residenciais.

Entre em contato

Arandela Kuta

Vico Magistretti

Este produto está fora de estoque e indisponível.

Luminária de parede com refletor circular em alumínio, que protege a distribuição da iluminação, dando o efeito de um eclipse solar. A tela circular é pintada de branco e preto, a haste e as pequenas peças metálicas e o suporte hemisférico são cromados.

Tem interesse nesse produto? Vamos conversar!

Consultor via WhatsApp Formulário de contato

Especificações do Produto

Comprimento
Profundidade
Altura
Descrição
mm
mm
mm

Tem interesse nesse produto?

Deixe seu contato para mais informações

    Especificações do produto
    Comprimento
    Profundidade
    Altura
    Descrição
    mm
    mm
    mm
    Sobre o designer

    Sobre o Designer

    Vico Magistretti

    Nascido em Milão, Vico Magistretti frequentou a Escola Secundária Parini antes de se matricular na Faculdade de Arquitetura no Regio Politecnico de Milão no outono de 1939. Ele se mudou para a Suíça, onde fez alguns cursos acadêmicos na Champ Universitarie Italien em Lausanne. Nesta época passou um tempo com Ernesto Nathan Rogers, uma influência fundamental em sua formação intelectual. retornou a Milão em 1945, onde se graduou em arquitetura pela Politécnica. Ele começou imediatamente a trabalhar para a empresa de seu pai, o arquiteto Piergiulio Magistretti, na via Conservatorio. Projetou e construiu cerca de 14 projetos para INA-Casa entre 1949 e 1959. Durante o período das Trienais de Milão e do crescimento da indústria de design, seu envolvimento na 8a, 9a (Medalha de Ouro) e 10a (Grand Prix) edição foi particularmente significativo e inclusive organizou algumas exposições nos anos mais recentes desta instituição de Milão. Os anos 50 foram um período muito agitado e frutífero para o jovem arquiteto, que veio com muitas ideias inovadoras e, rapidamente emergiu como um dos expoentes mais brilhantes da "terceira geração". Ao longo dos anos seguintes, passou a trabalhar muito mais como designer assim como arquiteto, criando móveis e objetos que sempre serão "clássicos" da produção moderna. Este também foi o período em que ele foi premiado com um Compasso d'Oro pela luminária Eclisse (1966), pela lâmpada Atollo (Premiada em 1979) e pelo sofá Maralunga (Premiado em 1979). Neste período foi quando começou a trabalhar com as melhores marcas de design. Seus trabalhos de design estão expostos na coleção permanente do MoMA em Nova York e em muitos outros museus na América e na Europa. No campo da arquitetura vale a pena mencionar sua nomeação como membro honorário da Royal College of Art em Londres, onde também era "professor convidado". Também participou de exposições e conferências na Europa, Japão e nos Estados Unidos.

    Ver mais produtos deste designer

    Sobre o Designer

    Vico Magistretti

    Nascido em Milão, Vico Magistretti frequentou a Escola Secundária Parini antes de se matricular na Faculdade de Arquitetura no Regio Politecnico de Milão no outono de 1939. Ele se mudou para a Suíça, onde fez alguns cursos acadêmicos na Champ Universitarie Italien em Lausanne. Nesta época passou um tempo com Ernesto Nathan Rogers, uma influência fundamental em sua formação intelectual. retornou a Milão em 1945, onde se graduou em arquitetura pela Politécnica. Ele começou imediatamente a trabalhar para a empresa de seu pai, o arquiteto Piergiulio Magistretti, na via Conservatorio. Projetou e construiu cerca de 14 projetos para INA-Casa entre 1949 e 1959. Durante o período das Trienais de Milão e do crescimento da indústria de design, seu envolvimento na 8a, 9a (Medalha de Ouro) e 10a (Grand Prix) edição foi particularmente significativo e inclusive organizou algumas exposições nos anos mais recentes desta instituição de Milão. Os anos 50 foram um período muito agitado e frutífero para o jovem arquiteto, que veio com muitas ideias inovadoras e, rapidamente emergiu como um dos expoentes mais brilhantes da "terceira geração". Ao longo dos anos seguintes, passou a trabalhar muito mais como designer assim como arquiteto, criando móveis e objetos que sempre serão "clássicos" da produção moderna. Este também foi o período em que ele foi premiado com um Compasso d'Oro pela luminária Eclisse (1966), pela lâmpada Atollo (Premiada em 1979) e pelo sofá Maralunga (Premiado em 1979). Neste período foi quando começou a trabalhar com as melhores marcas de design. Seus trabalhos de design estão expostos na coleção permanente do MoMA em Nova York e em muitos outros museus na América e na Europa. No campo da arquitetura vale a pena mencionar sua nomeação como membro honorário da Royal College of Art em Londres, onde também era "professor convidado". Também participou de exposições e conferências na Europa, Japão e nos Estados Unidos.

    Ver mais produtos deste designer

    Compre pelo WhatsApp
    Entre em contato