Para o Studioilse, uma parceria de design liderada pela renomada designer britânica Ilse Crawford e seu marido, o designer industrial Oscar Peña, cada colaboração tira sua força da dinâmica complementar do próprio casal.

“Temos uma abordagem diferente do design,” explica Crawford. “O foco da minha abordagem é a experiência humana, e como ela se manifesta na arquitetura e no design de interiores tanto em residências quanto em projetos comerciais. O foco do Oscar fica mais nos próprios produtos, como eles funcionam, sua materialidade e como tudo pode se encaixar dentro do sistema geral da produção.”

Peña concorda. “A Ilse está mais interessada no sentido das coisas e em como elas funcionam dentro de um ambiente. O meu foco é a funcionalidade, a capacidade de fabricação e a maneira como as coisas são feitas”, diz ele. “Eu sinto muita satisfação quando estou dentro de uma fábrica.”

A abordagem de Crawford evoluiu a partir de sua experiência como jornalista de design. Depois de uma passagem pelo Architect’s Journal, Crawford se tornou a editora fundadora da ELLE Decoration em 1989. Ela conheceu Peña quando chegou ao Design Academy Eindhoven, onde ele liderava o programa sobre atividades humanas; Crawford fundou e liderou o programa sobre bem-estar humano.

Antes de começar a trabalhar em período integral no Studioilse em 2015, Peña, nascido na Colômbia, era o diretor criativo global sênior da Philips Design Lighting. Seu interesse em design de produtos começou por volta dos 20 anos, quando fez um estágio de verão com Bill Stumpf, um colaborador veterano da Herman Miller. “O Bill me ensinou como ver o design”, recorda Peña. Com Stumpf, Peña aprendeu a vivenciar a materialidade e o aspecto físico dos objetos, “sentindo, produzindo e compreendendo em profundidade o comportamento dos objetos”.

O respeito que Crawford e Peña compartilham pela experiência humana é central em cada projeto empreendido pelo Studioilse. “No final das contas, o design é uma ferramenta para aprimorar nossa humanidade”, diz Crawford. “As coisas e os ambientes que criamos moldam nossa cultura, nosso caráter e nossos comportamentos. Eles são histórias tridimensionais.” Com sua equipe sediada em Londres, o Studioilse oferece suporte e aprimora a vida e o comportamento de todos, facilitando a conexão humana e aproximando as pessoas.

O Studioilse procura equilibrar projetos comissionados com projetos que incluam uma dimensão social. Por um lado, entre seus clientes estão o Ett Hem Hotel na Suécia, o Pier First e o Business Class Airline Lounge em Hong Kong, o Soho House em Nova York, a Wästberg e uma coleção sustentável para a Ikea. E, por outro lado, o objetivo do Studioilse em levar beleza e dignidade para o setor de assistência social é colocado em prática na cozinha comunitária, o Refettorio Felix, no St. Cuthbert’s Center em Londres – um espaço que atende moradores de rua e pessoas que vivem em condição de isolamento.

"/> Para o Studioilse, uma parceria de design liderada pela renomada designer britânica Ilse Crawford e seu marido, o designer industrial Oscar Peña, cada colaboração tira sua força da dinâmica complementar do próprio casal.

“Temos uma abordagem diferente do design,” explica Crawford. “O foco da minha abordagem é a experiência humana, e como ela se manifesta na arquitetura e no design de interiores tanto em residências quanto em projetos comerciais. O foco do Oscar fica mais nos próprios produtos, como eles funcionam, sua materialidade e como tudo pode se encaixar dentro do sistema geral da produção.”

Peña concorda. “A Ilse está mais interessada no sentido das coisas e em como elas funcionam dentro de um ambiente. O meu foco é a funcionalidade, a capacidade de fabricação e a maneira como as coisas são feitas”, diz ele. “Eu sinto muita satisfação quando estou dentro de uma fábrica.”

A abordagem de Crawford evoluiu a partir de sua experiência como jornalista de design. Depois de uma passagem pelo Architect’s Journal, Crawford se tornou a editora fundadora da ELLE Decoration em 1989. Ela conheceu Peña quando chegou ao Design Academy Eindhoven, onde ele liderava o programa sobre atividades humanas; Crawford fundou e liderou o programa sobre bem-estar humano.

Antes de começar a trabalhar em período integral no Studioilse em 2015, Peña, nascido na Colômbia, era o diretor criativo global sênior da Philips Design Lighting. Seu interesse em design de produtos começou por volta dos 20 anos, quando fez um estágio de verão com Bill Stumpf, um colaborador veterano da Herman Miller. “O Bill me ensinou como ver o design”, recorda Peña. Com Stumpf, Peña aprendeu a vivenciar a materialidade e o aspecto físico dos objetos, “sentindo, produzindo e compreendendo em profundidade o comportamento dos objetos”.

O respeito que Crawford e Peña compartilham pela experiência humana é central em cada projeto empreendido pelo Studioilse. “No final das contas, o design é uma ferramenta para aprimorar nossa humanidade”, diz Crawford. “As coisas e os ambientes que criamos moldam nossa cultura, nosso caráter e nossos comportamentos. Eles são histórias tridimensionais.” Com sua equipe sediada em Londres, o Studioilse oferece suporte e aprimora a vida e o comportamento de todos, facilitando a conexão humana e aproximando as pessoas.

O Studioilse procura equilibrar projetos comissionados com projetos que incluam uma dimensão social. Por um lado, entre seus clientes estão o Ett Hem Hotel na Suécia, o Pier First e o Business Class Airline Lounge em Hong Kong, o Soho House em Nova York, a Wästberg e uma coleção sustentável para a Ikea. E, por outro lado, o objetivo do Studioilse em levar beleza e dignidade para o setor de assistência social é colocado em prática na cozinha comunitária, o Refettorio Felix, no St. Cuthbert’s Center em Londres – um espaço que atende moradores de rua e pessoas que vivem em condição de isolamento.

"/> Para o Studioilse, uma parceria de design liderada pela renomada designer britânica Ilse Crawford e seu marido, o designer industrial Oscar Peña, cada colaboração tira sua força da dinâmica complementar do próprio casal.

“Temos uma abordagem diferente do design,” explica Crawford. “O foco da minha abordagem é a experiência humana, e como ela se manifesta na arquitetura e no design de interiores tanto em residências quanto em projetos comerciais. O foco do Oscar fica mais nos próprios produtos, como eles funcionam, sua materialidade e como tudo pode se encaixar dentro do sistema geral da produção.”

Peña concorda. “A Ilse está mais interessada no sentido das coisas e em como elas funcionam dentro de um ambiente. O meu foco é a funcionalidade, a capacidade de fabricação e a maneira como as coisas são feitas”, diz ele. “Eu sinto muita satisfação quando estou dentro de uma fábrica.”

A abordagem de Crawford evoluiu a partir de sua experiência como jornalista de design. Depois de uma passagem pelo Architect’s Journal, Crawford se tornou a editora fundadora da ELLE Decoration em 1989. Ela conheceu Peña quando chegou ao Design Academy Eindhoven, onde ele liderava o programa sobre atividades humanas; Crawford fundou e liderou o programa sobre bem-estar humano.

Antes de começar a trabalhar em período integral no Studioilse em 2015, Peña, nascido na Colômbia, era o diretor criativo global sênior da Philips Design Lighting. Seu interesse em design de produtos começou por volta dos 20 anos, quando fez um estágio de verão com Bill Stumpf, um colaborador veterano da Herman Miller. “O Bill me ensinou como ver o design”, recorda Peña. Com Stumpf, Peña aprendeu a vivenciar a materialidade e o aspecto físico dos objetos, “sentindo, produzindo e compreendendo em profundidade o comportamento dos objetos”.

O respeito que Crawford e Peña compartilham pela experiência humana é central em cada projeto empreendido pelo Studioilse. “No final das contas, o design é uma ferramenta para aprimorar nossa humanidade”, diz Crawford. “As coisas e os ambientes que criamos moldam nossa cultura, nosso caráter e nossos comportamentos. Eles são histórias tridimensionais.” Com sua equipe sediada em Londres, o Studioilse oferece suporte e aprimora a vida e o comportamento de todos, facilitando a conexão humana e aproximando as pessoas.

O Studioilse procura equilibrar projetos comissionados com projetos que incluam uma dimensão social. Por um lado, entre seus clientes estão o Ett Hem Hotel na Suécia, o Pier First e o Business Class Airline Lounge em Hong Kong, o Soho House em Nova York, a Wästberg e uma coleção sustentável para a Ikea. E, por outro lado, o objetivo do Studioilse em levar beleza e dignidade para o setor de assistência social é colocado em prática na cozinha comunitária, o Refettorio Felix, no St. Cuthbert’s Center em Londres – um espaço que atende moradores de rua e pessoas que vivem em condição de isolamento.

"/> Arquivos Studioilse - Novo Ambiente | Catálogo

Precisa de ajuda com o seu projeto?

Converse com um de nossos consultores em soluções corporativas ou residenciais.

Entre em contato

Exibindo todos 3 resultados

Studioilse

Para o Studioilse, uma parceria de design liderada pela renomada designer britânica Ilse Crawford e seu marido, o designer industrial Oscar Peña, cada colaboração tira sua força da dinâmica complementar do próprio casal.

“Temos uma abordagem diferente do design,” explica Crawford. “O foco da minha abordagem é a experiência humana, e como ela se manifesta na arquitetura e no design de interiores tanto em residências quanto em projetos comerciais. O foco do Oscar fica mais nos próprios produtos, como eles funcionam, sua materialidade e como tudo pode se encaixar dentro do sistema geral da produção.”

Peña concorda. “A Ilse está mais interessada no sentido das coisas e em como elas funcionam dentro de um ambiente. O meu foco é a funcionalidade, a capacidade de fabricação e a maneira como as coisas são feitas”, diz ele. “Eu sinto muita satisfação quando estou dentro de uma fábrica.”

A abordagem de Crawford evoluiu a partir de sua experiência como jornalista de design. Depois de uma passagem pelo Architect’s Journal, Crawford se tornou a editora fundadora da ELLE Decoration em 1989. Ela conheceu Peña quando chegou ao Design Academy Eindhoven, onde ele liderava o programa sobre atividades humanas; Crawford fundou e liderou o programa sobre bem-estar humano.

Antes de começar a trabalhar em período integral no Studioilse em 2015, Peña, nascido na Colômbia, era o diretor criativo global sênior da Philips Design Lighting. Seu interesse em design de produtos começou por volta dos 20 anos, quando fez um estágio de verão com Bill Stumpf, um colaborador veterano da Herman Miller. “O Bill me ensinou como ver o design”, recorda Peña. Com Stumpf, Peña aprendeu a vivenciar a materialidade e o aspecto físico dos objetos, “sentindo, produzindo e compreendendo em profundidade o comportamento dos objetos”.

O respeito que Crawford e Peña compartilham pela experiência humana é central em cada projeto empreendido pelo Studioilse. “No final das contas, o design é uma ferramenta para aprimorar nossa humanidade”, diz Crawford. “As coisas e os ambientes que criamos moldam nossa cultura, nosso caráter e nossos comportamentos. Eles são histórias tridimensionais.” Com sua equipe sediada em Londres, o Studioilse oferece suporte e aprimora a vida e o comportamento de todos, facilitando a conexão humana e aproximando as pessoas.

O Studioilse procura equilibrar projetos comissionados com projetos que incluam uma dimensão social. Por um lado, entre seus clientes estão o Ett Hem Hotel na Suécia, o Pier First e o Business Class Airline Lounge em Hong Kong, o Soho House em Nova York, a Wästberg e uma coleção sustentável para a Ikea. E, por outro lado, o objetivo do Studioilse em levar beleza e dignidade para o setor de assistência social é colocado em prática na cozinha comunitária, o Refettorio Felix, no St. Cuthbert’s Center em Londres – um espaço que atende moradores de rua e pessoas que vivem em condição de isolamento.

Produtos do designer

Compre pelo WhatsApp
Entre em contato