Precisa de ajuda com o seu projeto?

Fale com um de nossos especialistas em soluções corporativas

Abraçando uma nova realidade: o design dos ambientes

Quais cuidados podem ajudar as pessoas a trabalharem com segurança?

FOTO 00 1 300x215

Adaptação do conteúdo original e imagens da Herman Miller

Já abordamos as estratégias que podem ser tomadas a longo prazo para um ambiente de trabalho mais seguro no pós-pandemia. Agora, queremos fazer algumas considerações sobre o design dos escritórios que podem ser levadas em conta durante essa retomada.

De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês), as diretrizes de distanciamento físico que todos nós seguimos quando nos aventuramos em lojas também se aplicam ao local de trabalho. Isso significa que precisamos ficar a pelo menos dois metros de distância – do ponto central de cada cadeira no escritório ou entre as pessoas.

Além disso, é necessário garantir que as pessoas possam continuar a construir conexões que precisam para trabalhar com produtividade e manter um senso de pertencimento. Para isso, temos algumas sugestões:

Planejando configurações de local de trabalho

O planejamento das estações de trabalho é uma ferramenta útil para ajudá-lo a criar uma estratégia de retorno dos colaboradores ao escritório em etapas. Essa abordagem pode ajudá-lo a determinar quais departamentos ou equipes precisam retornar fisicamente e quais podem continuar em home-office.

O cenário abaixo mostra um antes e depois de uma redução no total de assentos que ajudará as pessoas a manterem uma distância física de 2 metros enquanto trabalham. Nesse caso, convertemos assentos colaborativos e de salas de conferência em estações de trabalho individuais para que mais pessoas tivessem lugar para trabalhar:

FOTO 01 1 300x263

*Os pontos em azul representam assentos que podem ser ocupados, com a sinalização de um diâmetro de dois metros entre eles

Explorando configurações de estações de trabalho

Embora cada caso seja diferente um do outro, os exemplos de layout abaixo partem de estudos sobre a disposição dos assentos que oferecem opções para manter as pessoas a dois metros de distância enquanto trabalham.

As sugestões a seguir também incluem medidas como retornar as equipes gradualmente, diminuindo o número de colaboradores no escritório, além de promover mudanças na disposição das estações de trabalho.

Distribuição das estações de trabalho

– Equipes trabalhando em dias alternados;

– Sem compartilhamento de mesa;

– Redução do adensamento de pessoas por dia;

– Alterne espaços para videoconferências.

FOTO 02 1 300x48

 

*Os pontos em azul representam assentos que podem ser ocupados, com a sinalização de um diâmetro de dois metros entre eles

Aproveite ao máximo suas salas de reunião

Dada a necessidade de manter as pessoas a pelo menos dois metros de distância, muitas empresas estão tornando a maioria das reuniões virtuais. Esta é uma tendência que se estende além da crise atual, então é inteligente considerar como você pode usar ou redirecionar essas salas daqui para frente. Aqui estão algumas ideias a serem consideradas:

– Reduza a ocupação dos espaços fechados;

– Aumente a frequência de limpeza de espaços compartilhados ao longo do dia;

– Aproveite as ferramentas de agendamento para integrar o tempo de limpeza entre as reuniões;

– Utilize sala de reuniões como mesas individuais para compensar a densidade perdida no restante do ambiente;

– Considere maneiras de melhorar a circulação do ar.

Priorize os espaços de circulação e estações de higienização

Além de garantir que todos tenham antissépticos para as mãos, acrescentar pontos de sanitização e lavagem das mãos será fundamental para os colaboradores retornarem ao local de trabalho. Considere também dedicar algumas áreas pouco utilizadas do ambiente para essa higienização.

Além disso, avalie quantitativamente o espaço de circulação.  Outra opção é conduzir uma análise de espaço para determinar os locais ideais para estações de higienização e identificar corredores menos integrados para o redirecionamento do fluxo de tráfego.

FOTO 03 1 300x263

Fique atento às superfícies

Criar limites físicos e bem definidos no escritório será fundamental para manter o bem-estar e a sensação de segurança das pessoas enquanto elas voltam ao trabalho. No entanto, tenha em mente que as soluções até o momento não são necessariamente eficazes, embora possam fazer as pessoas se sentirem psicologicamente mais confortáveis.

De acordo com o New England Journal of Medicine, “o vírus pode sobreviver em superfícies por vários dias seguidos e pode flutuar por três horas no ar, esperando para infectar as pessoas que o respiram”. Adicionalmente, “o novo coronavírus também pode durar até três dias em plástico e aço inoxidável e nos tecidos porosos por 24 horas”.

Além disso, existem muitas superfícies em um edifício que não são antimicrobianas, como maçanetas etc. Por isso, criar protocolos extras de limpeza (semelhantes aos de um hospital) e promover a maior circulação de ar, uso de máscara e redução dos contatos com as superfícies provavelmente farão uma grande diferença na redução de riscos.

Use dados para auxiliar nas decisões no local de trabalho

Os dados sobre a utilização do espaço do escritório são uma das ferramentas mais úteis para decidir quem deve retornar ao local de trabalho e como você deve realocá-lo.

Se você ainda não está coletando, considere o uso de uma ferramenta como a Live Plataform: um sistema de escritório inteligente que usa sensores para coletar informações em tempo real sobre como e quando seus colaboradores estão usando o local de trabalho.

Recentemente, usamos esses dados para ajudar uma empresa a modelar possíveis mudanças em seu escritório após o COVID-19. Isso resultou na redução de estações de trabalho individuais, acomodações para distanciamento físico, salas de reunião reaproveitadas, instalação de estações sanitização e um aumento de cabines privadas.

FOTO 04 300x192

Fique atento aos materiais

A integração de materiais e acabamentos que ajudarão as pessoas a se manterem seguras deve ser a principal preocupação ao fazer mudanças em seu local de trabalho. Ao projetar novos espaços ou substituir móveis, considere a facilidade de limpeza desses materiais. Bons exemplos incluem materiais revestidos de poliuretano ou silicone e os tecidos laváveis.

FOTO 05 300x264

Continue acompanhando a nossa série de artigos “Abraçando uma nova realidade”, que oferece estratégias para o retorno ao local de trabalho pós-Covid-19. No próximo post, vamos trazer algumas ideias para promover o distanciamento físico no escritório por meio de modificações na planta baixa. Fique ligado!