Luis Marques

Arquiteto de formação, em 1986 começa a atuar como profissional liberal com projetos e obras de arquitetura no Rio Grande do Sul. Em 1990, vai para Milão, Itália, aperfeiçoar seus estudos na área do desenho industrial e torna-se colaborador do “Centro de Pesquisas do Instituto Europeo di Design”, participando de diversos projetos e pesquisas. Em 1992, junto com Ana Cavalcanti e Jörge Cruel, vence o “Schwartzkopf Award-contest on environment-conciouns design and communication”, em Darmstadt, Alemanha. No mesmo ano, com bolsa do CNPq, conclui o “Master in Biônica”, pelo IED, com o título “Sistemas de contenção de encostas sujeitas à erosão pluvial: arquitetura da paisagem e proteção ambiental”. Desde 1995 é professor vinculado ao Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Santa Catarina, atuando na área da projetação arquitetônica. Com olhar para os problemas da ocupação inadequada do território, participou como docente no curso de pós-graduação em Urbanismo e História da cidade. Na UFSC, e com o auxílio de outras instituições de fomento como o BID, Luís Roberto Marques tem desenvolvido estudos sobre a cidade, dinâmica urbana, modos de vida e cultura do habitar, bem como se dedicado ao ensino de projeto e debatido o problema do desenho do espaço público, proferindo palestras especialmente para o terceiro setor. Atualmente dedica-se ao tema da mobilidade urbana em pesquisa interdisciplinar, com foco na inovação voltada para o desenvolvimento de tecnologia veicular automotiva. Nesta pesquisa, em parceria com a UFSC, FINEP e FIAT, procura integrar o planejamento na escala da cidade com o desenho do objeto. Tem assinado vários projetos de mobiliário que refletem seu modo de conceber o desenho contemporâneo: uso correto dos materiais e meios de produção, bem como a reciclagem como princípios e a sustentabilidade sócio-ambiental como meta.